Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

it's carol

Um blog sobre tudo. Sobre o que me apetecer. Acima de tudo, sobre o que sou.

12.Jun.18

Moedas perdidas que encontram lugares seguros

carol
Senta-se sempre ali. Na mesinha da ponta da esplanada, onde toma um café cheio e um copo de água morna. Ali vê quem passa. A rua é estreita. Não passam carros, mas alguns tuck tucks aventuram-se na inclinação. As caras são quase sempre as mesmas, por isso ele abre o jornal na expectativa de encontrar algo novo. A textura daquelas folhas e a tinta que lhe vai marcando os dedos ao ritmo da leitura ainda é aquilo que move as manhãs solitárias. Crimes e coisas absurdas. Não perde (...)
18.Jul.17

Não sabemos nada. Essa é a verdade.

carol
Correu para a janela. Abriu-a devagar para que ninguém dentro de casa pudesse ouvi-lo sair. Saltou e o chão pareceu-lhe mais duro e desconfortável do que costuma ser durante os dias longos e atarefados. Corria uma brisa, não tão depressa como ele tinha corrido para a janela, mas com a velocidade suficiente para o fazer agarrar-se aos braços e proteger-se do frio das 5h da manhã. Apressou o passo e subiu para cima do muro. Ainda estava escuro, mas seria por pouco tempo. Aqueceu as (...)
01.Jun.17

O primeiro a destruí-lo é um ovo podre!

carol
"O mundo é das crianças". Até é. Não fossemos nós uns adultos que pensam que sabem o que andam aqui a fazer, mas na verdade só andam a brincar com isto. Enquanto uns tapam os olhos e ficam a contar, os outros vão-se esconder. O último a ser encontrado [pobre coitado] tem a tarefa de salvar todos [injusto, mas heroico]. No entanto não andamos só a brincar às escondidas, eu já percebi que neste mundo [onde todos se dizem crescidos] gostam muito é de jogar à apanhada. O melhor (...)
26.Mai.17

Trump, isto é tudo uma questão de higiene!

carol
Não pode ser outra coisa. Há uns dias, foi notícia em todos os meios de comunicação que Melania Trump recusou dar a mão a Donald Trump no decorrer de uma cerimónia. Quando digo "dar a mão", refiro-me ao ato físico que temos para com as pessoas que nos são próximas e por quem nutrimos [no mínimo] uma amizade. O momento deu muito que falar pois esteve à vista de todos o ato de (...)
17.Abr.17

Sou aquela pessoa que pede a senha do wi-fi

carol
Sou assumidamente dependente do meu telemóvel, do meu computador, da minha máquina fotográfica e da minha internet. É grave, eu sei [mas há dependências piores]. O grande problema acontece quando estou fora de casa. Fora das zonas que considero minhas. Dos locais que costumo frequentar e onde tenho tudo aquilo que preciso para viver uma vida [minimamente] conectada. Quando estou fora [como foi o caso do fim-de-semana que passou] e passo a estar dentro de locais desconectados de tudo (...)
22.Mar.17

Com o coração em Londres. E no resto do mundo.

carol
O que é que está a acontecer? Mas que mundo é este? Que pessoas são estas? Porque é que não há respostas para estas perguntas? Porque é que têm de haver estas perguntas? Porquê? [permitem-me que seja egoísta] Mas já que só cá vivemos uma vez, então que seja para aproveitar a sério. Quero poder sair à rua sem medo de não regressar a casa, quero poder viajar sem ter receio deixar a viagem a meio, quero poder encontrar-me com amigos em sítios onde outras pessoas também se (...)