Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

it's carol

Um blog sobre tudo. Sobre o que me apetecer. Acima de tudo, sobre o que sou.

13.Fev.19

5 frases que todos os solteiros ouvem no dia dos namorados

Todos sabemos que fevereiro é o mês das montras com corações, dos cartazes com corações, das paredes com corações, das pessoas com corações [para além dos verdadeiros, claro], dos corações com corações... Enfim, fevereiro é o mês dos corações no geral, em todo e qualquer lado em particular. Até é bonito ver o mundo ganhar aquele tom vermelho vivo por uns dias numa homenagem, cada vez mais comercial, aos namorados. Deixem-me, então, dizer aqui uma coisa: os solteiros nada têm contra este dia. Lá por sermos mais poupados no que diz respeito a prendas e a assuntos mais sensíveis, não nos tratem como seres mais fracos, está bem?

 

Solteiros que me leem, sei que me compreenderão porque, de certeza, já ouviram aquelas frases que os namorados [dos outros] gostam muito de nos dizer. Reuni, numa pequena lista, as 5 frases que todos os solteiros ouvem no dia dos namorados, juntamente com os pensamentos que se seguem nas nossas mentes muito pacientes.

 

- "É um dia como outro qualquer". Sim. Claro que sim. Por isso mesmo é que tu estás, com alguma dificuldade, a transportar um urso de peluche que é maior do que tu, na esperança de que ninguém se aperceba. Afinal, é uma tarefa que se faz num outro dia qualquer, não é? Não precisamos desse tipo de consolo. Para nós, seres completamente normais [apenas solteiros], é um dia absolutamente normal. Com a pequena diferença de que devemos lembrar-nos de evitar cinemas, restaurantes e um belo passeio ao pôr-do-sol. 

- "Pelo menos, não tens de te preocupar com o que vais fazer neste dia". Certíssimo. Porque, como acabaste de reforçar, é um dia como outro qualquer. O que significa que, ao contrário do que está a acontecer contigo, que te perdes a fazer contas à vida, não iremos declarar falência nesse dia. Até acredito que esta frase seja dita em jeito de desabafo por parte de alguém que não está a conseguir marcar reserva no restaurante mais in do momento. Vocês, pessoas apaixonadas, não percebem como nos sabe bem não nos preocuparmos com isso.

- "Deixa lá isso, fica para o ano". Para o ano o quê? O dia de São Valentim? Pois fica, que eu saiba o calendário vai continuar a tê-lo. Se é um dia assim tão "normal", porque não haveria de continuar a existir? Não tenham pena de nós. Não estamos desesperados para que chegue 2020 só para que possamos celebrar o próximo dia dos namorados. Esta é uma preocupação que vos pertence. Será que, no ano que se segue, estarão na mesma companhia ou precisarão da nossa companhia?

- "São assim tantos namorados que nem sabes qual escolher?". À frase, segue-se uma gargalhada nervosa e uma cotovelada amigável. O típico humor entre pessoa-solteira e pessoa-comprometida. Agradecemos a generosidade e o tempo despendido. Contudo, apreciamos outro tipo de piadas. Talvez um tipo de humor mais básico que quem vive do amor não atinge, não levem a mal. Nota importante: esta frase é facilmente pronunciada por uma avó ou por aquela tia que vemos duas vezes por ano e para quem seremos sempre crianças.

- "Já viste aquela série que estreou há uns dias?". Deixa ver se percebi bem: para além de teres o teu dia planeado ao milímetro com uma cara metade [que tem sempre mais do que metade da cara e que, por isso, não é justo ter este nome], estás a querer planear o nosso dia? De repente, és um/a anunciante da Netflix e estás a tentar convencer-nos a não sair de casa? Fica, desde já, a saber que nós conhecemos as regras do jogo. Já agora, qual é a série? É só para juntarmos à lista das que, provavelmente, vamos ver nessa noite.

 

 

Caras pessoas comprometidas, não se comprometam connosco. Somos solteiros, não somos infelizes. O mundo está a tornar estranha esta interação entre quem compra corações e quem fica a apreciá-los nas montras das lojas. Não tenham pena de nós só porque ainda não baixámos o escudo e deixámos que o cupido nos acertasse. Muitas vezes, é uma questão de pontaria. Só queremos acertar em cheio, seja lá o que isso for.

 

Não se preocupem, nós estamos bem. E, se se quiserem juntar, também temos amor para dar. 

 

Carol

 

E0D7C5FB-75BF-4542-B28D-28C6A6E28C16.JPG

 

32 comentários

Comentar post