Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

it's carol

Um blog sobre tudo. Sobre o que me apetecer. Acima de tudo, sobre o que sou.

30.Out.17

Então agosto, quando vais embora?

carol
 Querido mês de agosto, Não sei o que se anda a passar. O mês de outubro nunca esteve tão igual a ti. Tu, seu malandro, ainda cá andas, não andas? Disfarçado, eu sei. O sol nunca esteve tão forte, nem as noites estiveram tão quentes. O casaquinho só funciona até meio da manhã [e é porque parece mal sair de casa quase em novembro com camisolas de manga curta]. As sandálias [até essas] ainda não foram arrumadas. O céu permanece azul e, apesar dos dias serem mais pequenos, (...)
25.Out.17

Guarda o mar na alma

carol
Ensina-lhe tudo o que sabes sobre o mar. Ensina-lhe que o mar não tem fim. Aliás, ensina-lhe que somos nós que desenhamos o fim ao mar. Mostra-lhe como é bonito ver o sol perder-se nesse infinito e esconder-se para lá da linha do horizonte ao final do dia. Mostra-lhe como há mar para todos. Aliás, mostra-lhe que o mar é de todos e dele próprio. Explica-lhe que as palavras podem ser do tamanho do mar. Explica-lhe que as palavras podem provocar mais tempestades do que as ondas do (...)
16.Out.17

O pior dia do ano em Portugal...

carol
Percebi que tive um fim-de-semana normal. Percebi que aquele que foi considerado "o pior dia do ano" para mim nada mais tinha sido do que um domingo em família. Percebi que as chamas não estavam tão longe assim, tendo em conta que todos os distritos do país foram apanhados pelas chamas. E por aqui estava tudo normal. Para mim o calor era humano, o fogo expressava-se em sentimentos fortes e os corações estavam quentes por estarem reunidos num dia de descanso. É outubro. É o fim do (...)
12.Out.17

Vamos ao Mundial, mas antes eu preciso de descansar!

carol
Está a ser uma daquelas semanas que parece ter tido direito a prolongamento. Houve um empate entre a agitação e o cansaço. Os minutos têm-se estendido para lá do tempo regulamentar, essa é a verdade. O que queria mesmo era fazer uma finta a estes dias compridos e ocupados, chutar para canto o trabalho [que não tem sido pouco] e pedir a substituição por uma semana que me permita, ao menos, usufruir de mais horas de sono. Ser convocada [pelas tarefas da vida] tem o seu lado bom, (...)
10.Ago.17

Caminhos que mudam de cor

carol
De malas feitas e bagageira cheia [um clássico] vínhamos preparados para aquele que é o momento [tão esperado no resto do ano] em que escrevemos juntos, durante longos dias, a palavra “férias”. Letra a letra, sem pressa, para que possamos gozar cada traço e acentuar o verdadeiro significado da palavra. Férias em família, o que há melhor do que isso? E vínhamos bem, para bem longe daquilo de que estamos sempre tão perto. Quando, em plena auto estrada, nos vimos rodeados por (...)