Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

it's carol

Um blog sobre tudo. Sobre o que me apetecer. Acima de tudo, sobre o que sou.

08.Set.17

Regressar às páginas da nossa história

O verbo regressar acrescenta ritmo à nossa narrativa. Nem que seja o ritmo acelerado dos dias preenchidos depois da lentidão dos dias demorados. Regressar devolve à nossa história os rostos familiares, os locais habituais e os sentimentos complexos. Fica sempre a vontade de fugir pouco tempo depois de se regressar. Mas não há escapatória que receba melhor os corações que os reencontros, onde os encontros deixaram umas virgulas há uns tempos. E a saudade apaga-se devagar para que se escreva depressa tudo aquilo que há para contar. É reconfortante percebermos que há pessoas e lugares que desenham tão bem a nossa felicidade na hora do reencontro. As histórias [para serem emocionantes] não se fazem só de fugas. 

 

Ainda a voltar ao ritmo. Neste capítulo, escrevo a emoção [e ainda o descanso] do primeiro dia de aulas. Em breve, quererei fugir. Por enquanto, soube bem voltar. 

 

Carol

 

IMG_6628.JPG

 

2 comentários

Comentar post