Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

it's carol

Um blog sobre tudo. Sobre o que me apetecer. Acima de tudo, sobre o que sou.

07.Mai.17

As mães não querem saber de prendas [nem de pizzas]

A propósito do dia da mãe, recebi no telemóvel uma mensagem publicitária de uma pizzaria: "a mãe merece 3 pizzas médias (com 4 ingredientes) pelo preço de uma!" [a seguir a mensagem continha aquelas informações adicionais que todos conhecemos, por isso vou passar à frente]. Fiquei um tanto ou quanto indignada, admito. A minha mãe [e penso que qualquer pessoa que consideramos como nossa mãe] merece muito mais do que pizzas. Médias. Três pelo preço de uma. Com quatro ingredientes. É uma prenda injusta. As mães merecem tudo [a começar pelos filhos]. E já que [pelos vistos] merecem pizzas, que sejam pizzas de tamanho familiar, com todos os ingredientes a que têm direito e todas as pizzas que quiserem pedir. De borla. Porque as mães aturam-nos com descontos [seja ou não época de saldos]. E, neste dia, elas não querem saber de prendas [nem de pizzas]. Querem o que querem sempre [nos outros dias todos]: ser as melhores mães do mundo. Antes de sairmos do forno, são elas que regulam a temperatura e fazem a massa. Depois dão-nos a oportunidade de escolhermos os ingredientes e esperam [uma virtude que todas as mães têm] pacientemente que saibamos escolher ou que a seu tempo apuraremos o paladar e façamos as escolhas certas. E deixam-nos voltar sempre que seja preciso amassar algumas coisas. Nunca saímos do quentinho do forno [porque elas não deixam e porque nós não queremos]. E as mães são sempre muito mais do que mães [apesar de às vezes nos esquecermos disso]. Fazem o melhor que podem. Sem nunca pensar na estrela Michelin, sempre a pensar em nós: a fatia que deixaram neste mundo. Como filha, há um pensamento que gostava que nenhum filho se esquecesse [nunca]: as mães merecem sempre as melhores fatias.

Para todas as mães que se dedicam diariamente às suas fatias. Para todas as fatias que não querem sair do forno das melhores cozinheiras. Para as pizzarias que mandam mensagens sem perceber nada do assunto. Para estes dias que só servem para vender. O dia da mãe é quando os filhos querem [e o dia da pizza é quando as mães deixam].

 

Da fatia [que ainda tem muito para aprender e que não quer sair do forno],

 

Carol

1 comentário

Comentar post