Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

it's carol

Um blog sobre tudo. Sobre o que me apetecer. Acima de tudo, sobre o que sou.

18.Set.17

Ainda sei olhar para o calendário

Ainda no ritmo lento do regresso às rotinas, apercebi-me que a memória falha em coisas simples. Uma delas no calendário. Já não me lembrava o que era dividir a semana em dias, nem os dias em horas. Reavivo agora a memória e [no mesmo calendário onde há um mês ser segunda ou sexta-feira tinha exatamente o mesmo significado] reaprendo a viver as sextas e a sobreviver às segundas. Já não sabia qual era a sensação de  ser quarta-feira, a metade, o meio-da-semana, o o-fim-de-semana-está-quase-aí. Nem me lembrava do sabor salgado de um domingo à noite [distanciado a apenas umas horas da segunda-feira que nos espera] ou de uma doce manhã de sábado. Não me lembrava sequer do que era ignorar as terças e as quintas, aqueles dois dias que estão ali só para encher a semana. Para não falar do sono, que começa a ficar sincronizado com a hora a que tenho de adormecer para garantir que vou conseguir manter-me de pé no dia seguinte. Acho que estou a conseguir voltar a olhar para o calendário com olhos de ver e, apesar das férias nos enfraquecerem a memória, vincam-nos a lembrança dos dias que se unem, das noites com poucas horas, de ser sábado eternamente. 

 

Mas a segunda-feira está aí. Vamos dar-lhe uma oportunidade para mostrar que a semana vai valer a pena!

 

Carol

IMG_6862.JPG